O presente artigo discute a importância da formação docente para a Educação das Relações Étnico-Raciais como parte da pesquisa de Mestrado Profissional. O referencial teórico está pautado na discussão de estudos sobre o currículo prescrito para as escolas, formação docente e efetivação da Lei nº 10.639/2003 com o objetivo de pensar em formas de potencializar o diálogo para a formação docente e a luta contra o racismo. O trabalho caracteriza-se como pesquisa ação; o percurso foi construído durante a elaboração de uma formação que foi oferecida aos profissionais da educação. Apresentamos como resultados a importância do mestrado profissional para dialogar com a prática docente, os desafios enfrentados para estabelecer a luta antirracista por meio da formação e a carência de formação com a temática da Educação das Relações Étnico-Raciais.  Páginas 628 à  647

https://periodicos.unisantos.br/pesquiseduca/article/view/1011

Palavras-chave: Formação docente. Educação das Relações Étnico-Raciais. Lei nº 10.639/2003. Produto educacional.

Autoras: Yamilia de Paula Siqueira ( Mestrado em Educação)

Ione Aparecida Duarte Santos Dias (Mestrado em Educação)

Cleyde Rodrigues Amorim (Doutorado em Ciência Social)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *